jump to navigation

Depois de cinco anos, menino entra na casa do Senhor Julho 11, 2009

Posted by Lucas Gabriel Marins in Curiosidades, Dia a dia.
trackback

Faz uns cinco anos que não entro numa igreja. Bom, fazia.  Hoje, incentivado pelo meu irmão, que acabou sendo convertido por um grupo de pessoas que vieram dos Estados Unidos, fui na casa do Senhor , no bairro Sitio Cercado, participar de um seminário em que boa parte do sermão foi em inglês – achei que isso pudesse me ajudar a entender melhor o idioma, pois tenho dificuldades tremendas. No fim, acabei não aprendendo nada do idioma, mas, em compensação, minha ira contra os sermões religiosos cresceram absurdamente.

Primeira imagem encontrada pelo google

Primeira imagem encontrada pelo google

Logo no início o pastor afirmou que a possibilidade de curar com orações existe. Escutei aquilo pasmo e achei que boa parte dos presentes também ficaria. Mas não, todos demonstravam acreditar naquelas palavras. Há cinco etapas para se curar uma pessoa. A primeira é a entrevista. O pastor, ou quem quer que seja, conversa com o necessitado, pergunta o nome e procura descobrir o máximo que conseguir, para poder pular para segunda etapa, o diagnóstico. Nessa parte, o “curandeiro” junta as informações que conseguir e traça um perfil da pessoa. Foi discursando sobre essa etapa que o “homem do discurso bonito” afirmou que o câncer é emocional. Talvez eu esteja sendo preconceituoso, criticando demais os dizeres do pastor, mas minha cabeça, cheia de informações sobre medicina, não consegue engolir a afirmativa.

Bom, na terceira etapa, a pessoa que pretende curar uma outra precisa escolher qual oração deseja usar. Existem duas: a petição, ou seja, o pedido – quando se pede a Deus para curar determinada doença ” Deus, eu peço que você tire a dor de cabeça dessa pessoa” e o comando- quando se fala com o problema diretamente ” senhora doença, sai do corpo dessa pessoa”. As quartas e quintas etapas são: ministração, quando se ora por alguém, através do espírito do Senhor, e a pós-ministração, fase em que se deve encorajar a pessoa a acreditar na cura.

O jeito de criança de alguns futuros pastores me chamou atenção. Teve uma hora que um menino – acredito que tenha uns 21 anos – pegou um dinossauro de brinquedo, entregou outro para uma moça e começou a lutar com ela, fazendo barulhos engraçados. hehe. Cai na gargalhada.

Enfim, apesar de não ter gostado de participar do seminário, as músicas cantadas no início do evento tocaram meu coração. Agora, não sei se isso é algo que a religiosidade proporciona – quase impossível – ou é o poder das canções.

Anúncios

Comentários»

1. Talita - Julho 13, 2009

Oi Lucas, tudo bem?
Prometi que iria te ajudar a otimizar o seu blog e não fiz nada! hehehe
Se ainda quiser ajuda me avisa que eu te oriento em alguns pontos para aumentar o número de acessos ao Ginge.
Até mais! Bjs

2. Talita - Julho 13, 2009

O Ginge já está lá no http://minissaias.blogspot.com.
Ah! Faça um twitter para o Ginge ou use o seu mesmo para avisar quando ele for atualizado.
Coloque o símbolo do twitter no blog!
bjsss


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: